Terça-feira, 19 de Fevereiro de 2008

.:Maria Lisboa:.

Discoteca homossexual, uma das mais frequentadas de Lisboa... Recebe comentários do género: "Gosto do Maria Lisboa, acho um espaço clean, com um ar fashion"; "É um local fashion e também muito arejado, não havendo muitos outros em Lisboa onde se possa estar à vontade ". Neste espaço, verificamos a presença de casais e pessoas heterossexuais, que frequentam esta discoteca para se divertirem, respeitando-se uns aos outros... Se o preconceito eventualmente existe, fica à porta!


publicado por aletra_h às 01:05
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 18 de Fevereiro de 2008

.:Fontes:.

As informações abaixo transcritas...

  • O que é a homossexualidade?;
  • Quantos homossexuais existem?;
  • Os homossexuais são reconhecíveis fisicamente?;
  • As pessoas podem "tornar-se" homossexuais?;
  • Visão social da homossexualidade e Estereótipos;
  • Homofobia.

...foram retiradas dos seguintes sítios:


publicado por aletra_h às 20:33
link do post | comentar | favorito

.:Homofobia:.

Homofobia (homo = igual, fobia = do grego, medo) – termo utilizado para identificar o ódio/aversão/discriminação de uma pessoa contra os homossexuais ou a homossexualidade.
 
Origem e significado
 É um neologismo criado pelo psicólogo George Weinberg, em 1971. Este combinou a palavra grega phobos (fobia) com o prefixo homo, recorrente da palavra homossexual. Phobos é medo em geral. Porém, neste caso, esta palavra é empregue não só como medo em geral mas também como aversão/repulsa.
 
Motivos para a homofobia
 Alguns estudiosos e indivíduos comuns atribuem a origem da homofobia às mesmas motivações que fundamentam o racismo e qualquer outro preconceito. Assim, trata-se de uma oposição instintiva a tudo o que não corresponde à maioria com que o indivíduo se identifica nem com as normas estabelecidas por essa mesma maioria, o que equivale a considerar o indivíduo homossexual alguém que falha no desempenho do papel que lhe foi atribuído (segundo o seu género).
Outra possível motivação para tal comportamento é a dúvida do indivíduo homofóbico quanto à sua própria sexualidade, situação a que se dá o nome de homofobia interiorizada. Esta afirmação confirma o facto de os homofóbicos terem uma grande tendência para a homossexualidade.
O medo irracional pelo diferente não é a única causa para a oposição à homossexualidade, uma vez que esta atitude pode, também, resultar de ensinamentos (religião, formas de governo), preconceito, informação ou ideologia (como em comunidades machistas, por exemplo).
 
Perspectiva jurídica (Portugal)
 De acordo com o novo Código Penal, em vigor desde 15 de Setembro de 2007, qualquer forma de discriminação com base na orientação sexual (seja ela relativa a homo, hetero ou bissexuais) é crime. Da mesma forma, são criminalizados grupos ou organizações que se dediquem a este tipo de discriminação, assim como pessoas que incitem a mesma em documentos ou na Internet.
 
Manifestações
O insulto homofóbico pode manifestar-se de diversas formas: difamação, ofensas verbais, gestos obscenos, falta de cordialidade, antipatia no convívio social, insinuações e ironia ou sarcasmo. Existe um tipo de “ataque” (pode dizer-se mesmo a nível mundial) que funciona como uma espécie de insulto codificado: é ele o de assobiar, entoar, cantarolar ou bater palmas, isto quando o agressor se encontra na presença do alvo a ser atacado. Esta forma de provocar alguém parece ter raízes muito antigas. A Bíblia refere o seguinte, a respeito do desprezado Job: Cada um baterá palmas contra ele e assobiará, tirando-o do seu lugar. Na Índia rural, existe um texto que relata que os hermafroditas ou pessoas sexualmente indefinidas anunciam a sua chegada batendo palmas.
 
Grupos considerados homofóbicos
Há diversos grupos religiosos – em especial cristãos (católicos e protestantes), judeus e muçulmanos –, políticos – especialmente da extrema-esquerda e da extrema-direita – e culturais que se opõem à homossexualidade.

publicado por aletra_h às 14:57
link do post | comentar | favorito
Domingo, 17 de Fevereiro de 2008

.:Inquéritos a realizar:.

Pretendemos saber qual a opinião geral da população em relação à homossexualidade, para um trabalho da escola. As respostas são totalmente anónimas.

1.  Sexo              

 Masculino [_]         Feminino [_]

2. Idade        

15-25 [_]      26-35 [_]      36-45 [_]      46-55 [_]      55-65 [_]      Mais de 65 [_]

3. Profissão:_________________________________ 

4. Habilitações Literérias:

    1º ciclo [_]      2º ciclo [_]      3º[_] ciclo      Secundário [_]     Superior [_]

5.  Local de Residência: _________________________________________

6. Conhece pessoas homossexuais?

   Não [_]      Apenas uma  [_]      2-5 [_]      6-10 [_]      Mais de 10 [_]

7. Se respondeu afirmativamente, com quantas estabelece (ou estabeleceu) relações de amizade?

  Nenhuma [_]      Apenas uma [_]      2-4 [_]      5-6 [_]      Mais de 6 [_]

8. Das seguinted expressões, indique a que na sua opinião, define a

homossexualidade:

 - É um distúrbio mental [_]

 - Trata-se de uma opcção sexual [_]

 - É uma doença [_]

 - É uma orientação sexual normal [_]

 - Outra [_]

 Qual? ________________________________________________________

9. Sabe qual é a percentagem de homossexuais em relação à população total, em Portugal?

 Menos de 1 [_]      2-5 [_]      5-10 [_]      Mais de 10 [_]

10. Qual seria a sua reação se visse um casal homossexual, na rua, a trocar beijos?

 - Seguia o meu caminho [_]

 - Detinha-me durante um bocado a assistir [_]

 - Comentava a falta de respeito para com as pessoas em redor [_]

 - Outra [_]

Qual? ___________________________________________________________

11. Em Portugal, o casamento homossexual não é permitido. o que pensa desta lei?

 - Concordo [_]

 - É-me indiferente [_]

 - Discordo [_]

12. Em Portugal, a adopção por um casal homossexual não é permitida. O que pensa desta lei?

 - Concordo [_]

 - É-me indiferente [_]

 - Discordo [_]

13. Como avalia a discrimação (ou exclusão) sobre os homossexuais?

 Muito elevada [_]      Elevada [_]       Baixa [_]      Não há discriminação [_]

14. Se possível, indique uma das formas de discriminação a que tem assistido com mais frequência:

_____________________________________________________________________

15. Se possível, indique uma medida que se deva adoptar em relação à homossexualidade:

______________________________________________________________________


publicado por aletra_h às 23:19
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2008

.:Visão social da homossexualidade e Estereótipos:.

Verifica-se uma reduzida presença de indivíduos abertamente homossexuais no seio dos mass media (televisão, rádio, cinema, imprensa escrita). Portanto, existe uma consciência reduzida (porém, crescente) do que envolve ser homossexual e viver como tal.

Os grupos GLBT ("Gays, Lésbicas, Bissexuais e Trangenders") lutam contra a formação e a difusão de estereótipos prejudiciais, mas também no sentido de conseguir que os homossexuais possuam os mesmos direitos que a restante população.

Estereótipos

Afirma-se, que, a priori:

  • Os homossexuais são promíscuos - não há razões válidas para acreditar que os homossexuais têm maior tendência para a promiscuidade que os heterossexuais. O padrão de género que distingue homens e mulheres homossexuais é o mesmo que distingue, em matéria de sexualidade, homens e mulheres heterossexuais.
  • A homossexualidade está aliada à pedofilia - este preconceito é suportado pela tendência de os casos de pedofilia publicitados se observarem com maior frequência entre homens e crianças ou adolescentes do mesmo sexo. Cientificamente, está comprovado que não há maior predisposição para o abuso sexual infantil conforme determinada orientação sexual, sendo a pedofilia uma consequência da condição psíquica do agressor.
  • Nas relações sexuais homossexuais, tal como nas heterossexuais, é inevitável a presença de um indivíduo que desempenhe o papel "feminino" (passivo) e de outro que desempenhe o "masculino" (activo) - esta ideia disparatada pode ir mais longe, com a afirmação de que um homem homossexual com aparência "feminina" faz de "passivo",enquanto uma mulher com aparência "masculina" é a pessoa que "controla" a situação.
  • A homossexualidade está associada a uma incapacidade de relacionamento com o sexo oposto.


publicado por aletra_h às 14:30
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 6 de Fevereiro de 2008

.:As pessoas podem "tornar-se" homossexuais?"

As pessoas não "se tornam" homossexuais, mas antes descobrem essa faceta da sua sexualidade. Para praticamente todos os homossexuais, esta não é uma escolha. A única escolha feita é quando decidimos viver a nossa sexualidade.


publicado por aletra_h às 14:35
link do post | comentar | favorito

.:Os homossexuais são reconhecíveis fisicamente?:.

A maioria dos indivíduos nunca pensa que as pessoas que conhecem podem ser homossexuais. Ou seja, a maioria das pessoas assume, à partida, que todos os da sua espécie são heterossexuais. Além disso, pensam que têm uma imagem nitída de qual é a aparência dos homossexuais, assente no estereótipo "todos os gays são efeminados e todas as lésbicas masculinizadas". Esta é uma opinão generalizada, baseada no senso comum e sem uma base científica que a comprove, logo, não corresponde à realidade. Geralmente, não é possível ver a homossexualidade através da aparência. Os gays e as lésbicas têm a mesma aparência e agem da mesma maneira que as pessoas heterossexuais. As pessoas com maneirismos são uma minoria entre os homossexuais. Na verdade, a invisibilidade dos homossexuais significa que o conhecimento de como as lésbicas e os gays  vivem é muito limitado.


publicado por aletra_h às 14:20
link do post | comentar | favorito

.:Quantos homossexuais existem?:.

Muitos homossexuais apercebem-se desde cedo que as suas paixões e interesses estão direccionados para membros do mesmo sexo. Outros só descobrem mais tarde aquilo que estes sentimentos pretendem traduzir na forma como levam as suas vidas. Muitos destes encontram-se, até, em relações heterossexuais, casados e com filhos. Por estas razões, é muito difícil determinar quantos homossexuais existem. Mas  estima-se que cerca de 10% da população é homossexual assumida ou tem sentimentos homossexuais aos quais não responde devido à pressão social. Esta afirmação popularizou-se com os estudos de Kinsey, em 1949. No entanto, outros estudos indicam valores diferentes. A principal razão para a dificuldade na obtenção de um valor credível está relacionado com o facto de muitos homossexuais continuarem a esconder a sua orientação sexual, além de ser difícil classificar e quantificar de forma científica o grau de homo/heterossexualidade de alguém.


publicado por aletra_h às 12:43
link do post | comentar | favorito

.:O que é a homossexualidade?:.

A maioria das pessoas pensa em "homem e sexo". Mas a homossexualidade não se trata só de homens e sexo. Existem também mulheres que são homossexuais, que são designadas lésbicas, enquanto os homens são gays. A homossexualidade é o interesse sentimental e sexual entre dois indivíduos do mesmo sexo.

Homossexualidade é, então, o atributo/característica/qualidade daquele ser - humano ou não - que é homossexual (do grego homos = igual + latim sexus = sexo); define-se pela atracção física, emocional, estética e espiritual (apenas em casos humanos) entre seres do mesmo género.

Independentemente do sexo por que cada pessoa se interessa, existe, na maioria das pessoas, uma capacidade para amar. Na realidade, tanto a homo como a heterossexualidade não são muito mais do que amar alguém.

Algumas pessoas vêem a homossexualidade como uma doença ou um distrúbio mental, porém, esta  trata-se apenas de uma orientação sexual. A partir de 1970, começou a surgir uma perspectiva mais positiva em relação à mesma.  A APA (American Psychiatry Association), retirou a homossexualidade do seu "Manual de Diagnóstico e Estatística de Distúrbios Mentais" (DSM), isto em 1973, depois de rever estudos e provas que revelaram que a homossexualidade não se enquandra nos critérios utilzados para a catogorização de doenças mentais. A Organização Mundial de Saúde (OMS) fez o mesmo, mas apenas em 1993. Psicólogos e sexólogos chegaram à conclusão de que a homossexualidade é uma variante da normalidade.


publicado por aletra_h às 11:56
link do post | comentar | favorito

.posts recentes

. .:Definição de Homossexua...

. .:Definição de Homossexua...

. .:Definição de Homossexua...

. .:Reacção a Casais Homoss...

. .:Reacção a Casais Homoss...

. .:Reacção a Casais Homoss...

. .:Resultados dos Inquérit...

. .:Entrevista a um Homosse...

. .:Entrevista a um Homosse...

. .:Estratégias Gerais a ap...

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 7 seguidores

.Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
20
21
22
23
24

25
27
28
29
30
31


.pesquisar

 

.posts recentes

. .:Definição de Homossexua...

. .:Definição de Homossexua...

. .:Definição de Homossexua...

. .:Reacção a Casais Homoss...

. .:Reacção a Casais Homoss...

. .:Reacção a Casais Homoss...

. .:Resultados dos Inquérit...

. .:Entrevista a um Homosse...

. .:Entrevista a um Homosse...

. .:Estratégias Gerais a ap...

.arquivos

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

SAPO Blogs

.subscrever feeds